Sistemas Anticorrosivos

A importância dos sistemas anticorrosivos

 

Os custos anuais para um país devido a danos por corrosão ascendem a 3-4% do Produto Nacional Bruto  (PNB).

Para além de ser um problema económico, representa também um problema ao nivel da segurança industrial, pois pode ser uma fonte de acidentes.

A escolha de um bom sistema anti-corrosivo e a concepção de um plano de manutenção correcto é um factor chave na redução de custos e riscos.

 

Factores a considerar num sistema

Os sistemas de pintura são um dos procedimentos possíveis contra a corrosão electroquímica uma vez que actuam sobre os elementos básicos que constituem a célula de corrosão, isolando o ânodo e o cátodo do electrólito.

Baseiam-se em 2 princípios básicos:

  • Reduzir a corrosão por impermeabilização, aplicando espessuras mínimas (efeito barreira).
  • Reduzir a reacção electroquímica através de pigmentos inibidores da corrosão (pó de zinco e fosfato de zinco). 

Os factores-chave a considerar na aplicação de um sistema de protecção anticorrosiva bem-sucedido são:

  • As condições de exposição e de trabalho das estruturas a serem protegidas;
  • O tipo de substrato;
  • A preparação da superfície;
  • O tipo de projecto, quer se trate de uma obra nova ou de um projecto de manutenção;
  • O método de aplicação;
  • A espessura aplicada.

 

 

As categorias de corrosividade

Classe de corrosividade

Exemplos de ambientes típicos exterior

Exemplos de ambientes típicos interior

C1: Muito baixo Edifícios aquecidos com ambientes limpos: escritórios, lojas, escolas, hóteis.
C2: BaixaAtmosferas com baixos níveis de poluição. Principalmente nas zonas rurais.Edifícios não aquecidos onde pode ocorrer condensação: armazéns e pavilhões desportivos.
C3: MédiaAtmosferas urbanas e industriais com contaminação moderada por SO2. Zonas costeiras com baixa salinidade.Salas de fabrico com elevada humidade e com alguma poluição atmosférica: zonas de processamento de alimentos, lavandarias etc.
C4: AltoÁreas industriais e costeiras com salinidade moderada.Instalações químicas, piscinas, embarcações costeiras e estaleiros navais.
C5-I: Muito alto (industrial)Áreas industriais com elevada humidade e atmosfera agressiva.Edifícios ou áreas com condensação quase permanente e alta contaminação, tais como indústrias petroquímicas.
c5-M: Muito alto (marinho)Áreas costeiras e marítimas com elevada salinidade.Edifícios ou áreas com condensação quase permanente e alta contaminação, tais como plataformas petrolíferas.

 

Os nossos sistemas Revetón

Na Revetón dispomos de soluções para as categorias C2, C3 e C4.

C2

Para proteger e embelezar superfícies metálicas exteriores e interiores, tais como portas, janelas, portões, grades, mobiliário de jardim, postes de iluminação, grades, corrimões, balaustradas, etc. e qualquer elemento de ferro exterior ou interior.

C3

Protecção de superfícies metálicas interiores e exteriores tais como máquinas, estruturas, gruas, reboques, etc.

C4

Para proteger superfícies metálicas exteriores tais como maquinaria, estruturas, gruas em áreas industriais ou marítimas.

 

DOCUMENTAÇÃO E PRODUTOS