Cores para Exterior

FIQUE POR DENTRO DA PINTURA DE EXTERIORES

A pintura dos exteriores é fundamental para proteger e conservar toda a estrutura do edifício.

exterior

As fachadas estão sujeitas às condições atmosféricas mais ou menos adversas e expostas às variações meteorológicas mais ou menos radicais, a escolha da tinta e do acabamento é determinante para reforçar o seu efeito protector.

Mas se a protecção é fundamental numa tinta de exterior, a cor, textura e brilho escolhidos são igualmente importantes para realçar a beleza do edifício e enquadrá-lo na sua envolvente exterior.

Para facilitar a escolha, a Robbialac apresenta-lhe neste catálogo um leque de 100 cores para exterior, seleccionadas em função das tendências actuais de arquitectura e dos traços que caracterizam os edifícios tradicionais portugueses.

Pastel

Tonalidades suaves e intemporais que contribuem para ampliar os espaços.

 

 

Dica: Em complemento da sua função arquitectural, a cor pode ser o reflexo da personalidade, da identidade ou da imagem

Amarelo 

Cores luminosas e alegres, os amarelos são característicos na paisagem arquitectónica portuguesa.

Dica: Tenha em  conta a localização  do edifício – se se trata de um espaço urbano  ou rural; se está numa zona histórica ou se se trata de um edifício moderno – quando escolher a cor e o tom. Este valorizará o edifício e contribuirá para uma paisagem mais harmonios

Laranja/ocre 

Tons acolhedores e naturais que proporcionam elegância às fachadas.

Dica: A escolha da cor, a sua luminosidade, a sua localização e dimensão no seu ambiente envolvente permitem modelar, condicionar, afirmar ou modificar o estilo de uma fachada: um volume escuro realça sobre um fundo claro; uma cor quente avança, uma cor fria recua.

Rosa

Tonalidades delicadas e elegantes que enaltecem qualquer fachada.

Dica: A cor modifica-se conforme a claridade. Este fenómeno pode ser observado diariamente no nosso ambiente envolvente.

Salmão/Castanho 

Cores quentes e nobres que conferem carácter às fachadas.

Dica: Utilize a inspiração que lhe é proporcionada pela natureza: as árvores sugerem uma palete de verdes e castanhos; uma praia sugere azuis vivos, turquesas e cores em tons de coral; até no jardim poderá encontrar combinações de cores inspiradoras.

Verde 

Tons refrescantes e harmoniosos que conferem modernidade às fachadas.

Dica: Uma cor só toma a sua verdadeira dimensão no seu ambiente final. O tom não é mais do que a intensidade de uma cor e é variável ao longo da palete de cores. Este atributo pode ser apercebido de uma forma diferente consoante a sua integração no ambiente final ou a luz sob a qual está exposta e que varia ao longo do dia.

Azul 

Cores frescas e calmantes que subtilmente contribuem para aligeirar o estilo da fachada.

Dica: A cor pode servir para suavizar uma fachada ou, pelo contrário, valorizar um elemento no seu ambiente. Um fenómeno importante, a ter em conta para além da localização, é a função dos elementos e as expectativas dos habitantes dessa zona.

Cinzento 

Cores sóbrias e contemporâneas que realçam as linhas dos edifícios.

Dica: Uma cor pode ser percebida de forma diferente de acordo com a estrutura do material onde é aplicada ou a luz sob a qual é observada. É preferível fazer interrupções de cores/ tonalidades do que tentar obter uma associação perfeita de uma mesma cor sobre materiais de diferente natureza.

 

Catálogo Exteriores

Faça aqui o Downoald do Catálogo de Exteriores da Robbialac: